quarta-feira, 8 de setembro de 2010

No Brasil, 35% dos domicílios têm computador e 27% contam com acesso à internet

Texto publicado em: Convergência Digital

Luís Osvaldo Grossmann
Convergência Digital -- 08/09/2010

O IBGE divulgou nesta quarta-feira, 8/9, a nova Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio, a PNAD 2009, na qual demonstra que 67,9 milhões de pessoas com 10 ou mais anos de idade utilizaram a internet no ano passado, o que representa um aumento de 12 milhões (21,5%) sobre 2008. Em 2005, a internet tinha 31,9 milhões de usuários; o aumento no período foi de 112,9% – houve crescimento em todas as regiões.

A pesquisa também verificou a existência de computadores nas residências do país. No Brasil, dos 58,6 milhões de domicílios investigados em 2009, quase 35% deles tinham microcomputador (20,3 milhões), sendo 16 milhões com acesso à internet (27,4%). A evolução em relação ao ano anterior não alterou o quadro de diferenças regionais.

A Região Sudeste manteve-se com a maior proporção de domicílios com microcomputador (43,7%) e com microcomputador com acesso à internet (35,4%). As Regiões Norte (13,2%) e Nordeste (14,4%) apresentaram as menores proporções de domicílios com microcomputador com acesso à internet; a Região Sul possuía 32,8%; e a Centro-Oeste, 28,2%.

As diferenças regionais também são evidentes com relação ao uso da internet. O Sudeste se manteve com o maior percentual de usuários (48,1% em 2009 e 26,2% em 2005). As regiões Norte (34,3% em 2009 e 12% em 2005) e Nordeste (30,2% em 2009 e 11,9% em 2005) apresentaram os menores percentuais em cada ano, mas registraram os maiores aumentos percentuais nos contingentes de usuários (respectivamente, 213,9% e 171,2%).

Segundo o IBGE, todos os grupos etários apresentaram aumento na proporção de pessoas que utilizaram a internet. Os maiores aumentos, entre 2005 e 2009, em pontos percentuais, aconteceram para aqueles que estavam nos grupos etários mais jovens. A proporção de pessoas de 10 a 14 anos de idade aumentou 34,5 pontos percentuais, alcançando 58,8% em 2009.

Para o grupo etário de 15 a 17 anos, o aumento foi de 37,4 pontos percentuais e, para o de 18 ou 19 anos, foi de 35,9 pontos percentuais, alcançando, assim, esses grupos etários 71,1% e 68,7% de pessoas que utilizaram a internet, respectivamente, no período de referência.

Os grupos etários mais jovens, até 29 anos de idade, apresentaram proporções superiores a 50%, chegando a 71,1% para o grupo de 15 a 17 anos. Apesar de ser o grupo que apresentou o maior aumento (148,3%) no contingente, somente 15,2% das pessoas de 50 anos ou mais de idade utilizaram a internet.

De 2008 a 2009, as mulheres avançaram mais que os homens com relação ao acesso à internet. O aumento no contingente de homens foi de 20,0%, e no de mulheres alcançou 22,9%. Ao se observar os grupos de idade nas faixas mais elevadas, o crescimento da utilização da internet pelas mulheres foi maior.

No grupo de 30 a 39 anos de idade, o contingente de mulheres aumentou 28,2%, enquanto o de homens, 24,8%; no grupo de 40 a 49 anos, o aumento foi de 31,9% para as mulheres, contra 21,8% para os homens; e no grupo de 50 anos ou mais de idade, foi registrada a maior diferença. Neste último, houve aumento de 46,1% no número de mulheres, contra um aumento de 35,5% do número de homens que acessaram a Internet no período de referência dos últimos três meses.

Nenhum comentário: