domingo, 21 de agosto de 2011

Comunidades carentes ganham centro para acesso à internet

Texto publicado em: FNDC

18/08/2011 |
Janaina Ribeiro
Gazetaweb

Projeto 'Digitalagoas' está investido R$ 1,5 milhão para beneficiar alagoanos

As comunidades do Conjunto Virgem dos Pobres, no Vergel, e da Colônia dos Pescadores Z1, na Pajuçara, ganharam telecentros que lhes darão acesso à internet gratuita e que vão oferecer atividades de inclusão digital. Os laboratórios foram entregues no final da manhã desta quinta-feira (18) pelo governo do Estado.

Os telecentros representam uma reivindicação antiga das duas comunidades, que solicitaram a implantação dos laboratórios no ano passado, durante a realização do programa Ouvidoria nas Comunidades, promovido pela Secretaria de Estado da Articulação Social.

De acordo com o governador Teotonio Vilela (PSDB), as máquinas foram adquiridas com recursos próprios do Executivo e fazem parte do projeto ‘Digitalagoas’. “Nós investimos R$1,5 milhão, por meio do Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep), para instalar 50 postos e promover a inclusão digital na capital e interior. Desse total, 24 estão instalados e a maioria funciona com acesso a rede mundial de computadores”, explicou.

Os telecentros
Cada telecentro tem 10 computadores, um servidor, uma impressora, mesas, cadeiras e armário. Para ter acesso a ele, qualquer pode se cadastrar e ter acesso às máquinas.

A boa notícia animou o pequeno Isaac da Silva Lopes, de 11 anos. “Eu só usava computador quando podia pagar uma lanhouse. Mas agora será diferente. Eu quero aprender a fazer pesquisas pela internet”, declarou o estudante.

Empolgação também percebida em Jailine Fabrícia Guerra. “Eu quero fazer de tudo aqui. Desde estudar para poder fazer os trabalhos da escola até jogar e interagir com outras pessoas nas redes sociais”, afirmou.

A coordenação dos laboratórios ficará por conta das entidades ligadas a cada comunidade e ao Itec. É o Instituto de Tecnologia o responsável pelo desenvolvimento dos softwares de gerenciamento que foram implantados nos computadores.

Nenhum comentário: