quinta-feira, 29 de outubro de 2009

A TV Digital será mesmo interativa?

O presente artigo analisa a possibilidade do espectador da TV Digital em montar sua
própria grade de programação como sendo uma possibilidade de interatividade, mesmo
que o conteúdo das emissoras seja disposto hierarquicamente ao receptor. Para tanto,
analisa a interatividade dentro dos parâmetros apresentados por Santaella (2004) e se
utiliza das bases teóricas da Estética da Recepção onde a construção de estruturas
narrativas se da no ato da leitura, tanto de textos ou imagens.


Artigo apresentado no congresso da Intercom - Santos - 29 de agosto a 02 de stembro de 09
Para ter acesso ao texto completo, envie um e-mail para prof_kikomachado@yahoo.com.br

Nenhum comentário: