segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Google TV desembarca na Europa no início de 2012

Texto publicado em: IDGNow!

Por Redação IDGNow!
Publicada em 27 de agosto de 2011 às 10h30
Atualizada em 27 de agosto de 2011 às 11h05

Informação é do o presidente do Conselho de Administração da empresa, Eric Schmidt. Disponível hoje nos Estados Unidos, o serviço é um retumbante fracasso comercial.

Pensa que a Google desistiu da Google TV? Ledo engano. O serviço será lançado na Europa no início do ano que vem, assegurou o presidente do Conselho de Administração da empresa, Eric Schmidt. E o primeiro país a recebê-lo será a Inglaterra.

Lançado nos Estados Unidos no ano passado, o serviço que propõe unir a experiência da TV com a da Internet através da uma plataforma baseada em Android não empolgou muito os consumidores. Tanto que a Logitech, primeira a oferecer um set-top box compatível com o sistema, acaba de promover a segunda redução de preço no mercado americano. Vendida inicialmente a US$299,99, a Logitech Revue, lançada em outubro de 2010, passou a custar US$99 no início de agosto.

O fracasso do produto, do ponto de vista comercial, é atribuído em grande parte à reação negativa das três maiores emissoras dos Estados Unidos, que se recusaram a participar do projeto, recusando o acesso a suas redes. O temor das emissoras é o de que a Google roube sua receita de publicidade, a exemplo do que aconteceu com os jornais, sem contribuir para o custo de produzir a programação.

Durante sua fala esta semana no festival de Televisão de Edimburgo, Eric Schmidt procurou minimizar o problema. "Algumas pessoas nos EUA temiam que quiséssemos competir com emissoras ou criadores de conteúdo. Na verdade, nosso interesse é o oposto", disse ele. "Esperamos apoiar a indústria produtora de conteúdo ao disponibilizar uma plataforma aberta para que a próxima geração de TVs evolua, do mesmo jeito que o Android é uma plataforma aberta para a próxima geração de aparelhos móveis", disse.

Semanas atrás, depois do anúncio de aquisição da Motorola Mobility, a Google TV voltou a ganhar destaque. Muito especialistas acreditam que a aquisição pode ajudar a Google a salvar o produto, já que a empresa passa a se tornar um importante fornecedor de tecnologia para operadoras de TV. A Motorola é líder em decodificadores para TV paga nos Estados Unidos e vinha investindo em tecnologias que permitem que as operadoras ampliem sua distribuição de conteúdo para diversos dispositivos.

Na segunda-feira (22/8), a Google apresentou um add-on do kit de desenvolvimento do Android para a Google TV, que permitirá aos desenvolvedores começarem a adaptar as suas aplicações para o Google TV. Ela exige Android 3.1 API 12 ou mais atual.

Nenhum comentário: